26.1.24

Foi difícil, mas cheguei até aqui

Comecei a escrever este post sentada num banquinho embaixo de uma árvore de frente para a Praia Alegre em Penha/SC, durante a minha primeira viagem solo da vida.

Um dia desses eu estava relendo algumas publicações antigas aqui do blog e acabei chegando nessa aqui, em que eu desabafei sobre não me sentir muito adulta, e entre os motivos que eu listei está "nunca fiz uma viagem sozinha".

Bom, agora eu já fiz. E eu também tenho vivido muitas outras experiências que a Vanessa de alguns anos, até mesmo de alguns meses atrás, nunca se imaginava vivendo.

Acho que o que me faltava era estar aberta às possibilidades, me libertar das amarras em que eu mesma me embolei e acabei me prendendo por muito tempo.

16 comentários:

  1. Que bacana! Deve ser muito bom fazer uma viagem sozinha, eu imagino ser um processo de autoconhecimento. Desejo tudo de bom na sua viagem! Parabéns por ter conseguido chegar até aqui!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. 🤗

    "me libertar das amarras em que eu mesma me embolei e acabei me prendendo por muito tempo."
    Eu sempre lembro daquela história do elefante que cresce acorrentado a uma estaca e como não consegue fugir, acaba se acostumando. Aí mesmo depois de adulto, quando é mais forte que a estaca, continua preso. ☹️

    (Que conversa leve para o 173° dia de janeiro. 😅)

    ResponderExcluir
  3. as vezes é isso, se permitir mesmo :) e o gostoso do blog é poder resgatar esses outros momentos cheios de vontades enquanto aprecia os momentos de cheguei até aqui ♥

    ResponderExcluir
  4. Oi Vanessa, quanto tempo <3

    Simplesmente as coisas se encaixaram para você encontrar essa postagem e isso é tão bonito. Eu sei o que é não se sentir adulta e estou nessa ponte que separa esses dois mundos. É o famoso estar em constante evolução e não ter medo de tropeços.

    With luv, Océane [o blog está de volta]

    ResponderExcluir
  5. que bom saber que você revisitou suas expectativas do passado e perceber que é capaz de concluí-las <3
    ps: uma foto belíssima (já fui pra penha diversas vezes pois moro em sc)

    ResponderExcluir
  6. Menina, tem como você fazer um tutorial ensinando a se livrar dessas amarras? Estou chegando nos trinta e todas essas questões de não ser adulta (não ter casado, não ter filhos, não ter uma carreira promissora) estão me matando. Passo o tempo todo ruminando essas sensações :(

    ResponderExcluir
  7. Isso aí. É uma preparação para você viver novas experiências diárias.

    Boa semana!

    O JOVEM JORNALISTA está no ar cheio de posts novos e novidades! Não deixe de conferir!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  8. Esse post me deu uma paz! Acho que sei um grama de tudo que você passou e já posso ficar feliz por ter chegado nesse momento de vitória; espero que tenha curtido bastante a viagem!
    Beijos ;*
    Jana

    ResponderExcluir
  9. Va, é tão reconfortante ler essas suas palavras. Muitas vezes na vida, por muito tempo, a gente costuma se limitar em bolhas que nos sufocam. É um alívio e leveza enormes se aventurar fora e descobrir o mundo. Isso é viver de verdade.
    Que cada vez mais você busque boas experiências para seus dias <3
    Abraço afetuoso,
    Any.
    Poetiza-te
    Ateliê

    ResponderExcluir
  10. É incrível né? Como certas coisas que achamos tão distantes, podem se tornar um dia realidade e parecem tão mais próximas de serem alcançadas, com isso ganhamos força para realizar ainda mais. Fiquei muito feliz com essa sua conquista!

    Se ainda não oconhece meu blog é o Depois dos 28 estou acompanhando seu blog, sei que não é uma troca mas ficarei muito feliz se aparecer por lá, um grande abraço. 🫶🏻

    ResponderExcluir
  11. Nunca é tarde para experiências que nos façam bem e nos preencham. Sequer foi por impulso, foi um movimento teu muito bem ponderado, planejado; tu foi lá, quis e fez acontecer. Isso se chama "conquista desbloqueada" :P E que seja apenas uma de várias em 2024 <3

    ResponderExcluir
  12. Nos últimos tempos, tenho me sentido da mesma forma que você se sentia. Parece que o RG diz uma idade que a minha mente não acompanhou - ou que eu tinha expectativas diferentes para essa fase da vida, e agora que não sou a adulta que achei que seria, tudo parece uma farsa. Mas saber que isso aliviou por ai, me alivia aqui também! Que bom que conseguiu fazer sua viagem solo, Van! <3


    Limonada


    ResponderExcluir
  13. Nossa, que legal vc conseguir realizar isso. Eu vejo como uma grande conquista porque pra mim seria bem difícil fazer. Então parabéns, Vanessa! Que vc consiga realizar mais coisas significantes pra vc em 2024 ^^

    1bj
    https://aavefantasma.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Vanessa, eu fico muito irritada porque não consigo te dizer o que sinto quando leio o 'tristezinhas' - e não só por me identificar com muito do que você compartilha! Não é obrigatório dizer, mas queria muito que você soubesse que celebro tudo isso contigo, a cada publicação. Os blogs têm esse poder <3

    ResponderExcluir
  15. Ah que demais! Voltei a publicar no blog, ele é uma parte de nós e é muito incrivel como lendo os posts antigos conseguimos ver como mudamos, evoluimos mas ao mesmo tempo quanto continuamos sendo nós ainda né?
    É uma sensação que só quem bloga sabe <3
    Que voce conquiste esse ano várias coisas que planejou e sonhou!
    beijos

    ResponderExcluir
  16. estar aberta e ver a vida acontecer (também preciso e tenho tentado sair mais de casa para isso) 🌓 como foi a tua primeira viagem a solo?

    ResponderExcluir